quarta, 17 de fevereiro de 2021 - 10:40h
Governo mobiliza força-tarefa na região do Jari para conter avanço da covid-19 e verificar pontos de alagamentos
Laranjal do Jari foi alvo da atuação conjunta de equipes do Estado por estar em contato direto com o Pará, assim como, por estar sendo afetada por fortes chuvas, que anualmente causam alagamentos e enchentes.
Por: Henrique Borges
Foto: Márcio Pinheiro
A SVS também fez a coleta de amostras de pacientes em situação de alerta para mandar para análise de covid-19 no Laboratório Central e depois fazer o sequenciamento genético no Instituto Evandro Chagas, no Pará.

Nesta terça-feira, 16, em força-tarefa de assistência e saúde, o Governo do Amapá atuou no município de Laranjal de Jari, no sul do estado, para monitoramento dos novos casos de covid-19, transferência de pacientes para Macapá e avaliação de pontos de alagamento. A agenda foi de visitas técnicas, orientações e reuniões com gestores municipais. 

As frentes de trabalho são compostas por técnicos das secretarias de Estado da Saúde, Assistência e Mobilização Social, Vigilância em Saúde, Transportes e Defesa Civil. 

LEIA MAIS: Waldez solicita ao Ministério da Saúde usinas de oxigênio para o Amapá

Com o aumento do uso de oxigênio em Laranjal do Jari e a proximidade com o município de Monte Dourado (PA), o governo estadual está em alerta com a região sul do estado.

Saúde

A agenda iniciou com as visitas nas unidades hospitalares do município, começando pela Unidade Básica de Saúde, depois para a Unidade de Pronto Atendimento e em seguida o Hospital Estadual.

O secretário-adjunto da secretaria de Estado da Saúde, Luciano Casali, orientou os profissionais de cada unidade sobre a utilização do oxigênio e verificou a situação dos pacientes que serão transferidos para Macapá.

“A maior preocupação que pudemos verificar foi a quantidade de oxigênio, que subiu muito no Jari. Estamos verificando um consumo muito alto pela rede de atendimento e por isso já fizemos contato com a empresa fornecedora para mandar mais 150 cilindros de oxigênio, além dos 80 que já fazem a troca regular durante a semana”, explicou.

O município de Laranjal do Jari atingiu 100% de ocupação em leitos clínicos para tratamento de covid-19, por isso, o Estado instalou mais 11 novos leitos na região.

“Verificamos os pacientes que estão com baixa saturação, apresentando risco mesmo com a utilização do oxigênio, por isso já estamos preparando a transferência de alguns para as unidades de Macapá”, reforçou Casali.

Transportes e Defesa Civil

A Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap) realizou a visita técnica, juntamente com a Defesa Civil Estadual, nos pontos de alagamentos e identificou a origem do problema, que é ocasionado pelo escoamento de terra arenosa após as fortes chuvas, resultando na obstrução dos canais e bueiros.

No local, com a obstrução das vias de escoamento, as fortes chuvas levam lama pelas ruas e para dentro da casa das pessoas. Para a dona de casa, Valdemira de Carvalho, de 47 anos, o que precisa ser feito é a limpeza e a drenagem adequada.

“Precisamos de uma limpeza regular adequada na cidade e esperamos que o Governo possa nos ajudar com os pontos de alagamento, que estão levando lama para dentro da casa das pessoas”, disse ela.

De acordo com o secretário de Estado dos Transportes, Benedito Conceição, após a visita, já serão mobilizados os tratores da Setrap para realizar a limpeza do asfalto e dos bueiros.

“Essa é uma região muito arenosa, então com as fortes chuvas a areia começou a obstruir a drenagem, causando os alagamentos. Viemos com a força-tarefa para fazer uma avaliação e vamos organizar os procedimentos para fazer a limpeza e solucionar esse problema”, afirmou.

Vigilância em Saúde e Assistência Social

A Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) levou técnicos para orientar os profissionais da saúde e gestores das unidades hospitalares sobre a atual situação da proliferação da covid-19, considerando a nova variante do vírus que já circula na Guiana Francesa, assim como, a nova cepa já encontrada em Manaus, que também foi detectada no Pará.

“O primeiro aspecto é o monitoramento na área hospitalar, que são as três unidades existentes em Laranjal do Jari. A preocupação é a variante do vírus, que já foi identificado em Belém e, portanto, aqui, precisamos muito reforçar a fiscalização na entrada por Monte Dourado. Precisamos também incentivar as práticas de higiene entre todos”, ressaltou o superintendente de Vigilância em Saúde, Dorinaldo Malafaia.

A SVS também fez a coleta de amostras de pacientes em situação de alerta para mandar para análise de covid-19 no Laboratório Central e depois fazer o sequenciamento genético no Instituto Evandro Chagas, no Pará.

A Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims) reuniu com gestores municipais para tratar sobre demandas em comunidades de Laranjal do Jari, que estão com novos equipamentos de abastecimento de energia à combustível.

A agenda foi realizada na Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) e contou com a participação da secretária de Estado da Mobilização e Inclusão Social, Albanize Colares, da secretária municipal de Assistência Social de Laranjal do Jari, Maiara Caldas, e do diretor-presidente do Instituto Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Imapa) do município, Edivam de Almeida.

ANEXOS
NOME DO ARQUIVO
ANEXO 01 - METAS Baixar
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
Rua São José, nº 290 - Cep: 68900-110, Macapá - AP - (96) 3131-2608 - ouvidoria@prodap.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2021 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá